tarja sociais fundo tarja facebook tarja linkedin tarja fecha

Notícias

destaque noticia bagaco

seta conteudo Pesquisa avalia potencial do bagaço para geração de energia. (Pesquisa realizada pela Escola Politécnica (Poli) da USP por Fernando dos Santos).


Uma pesquisa realizada pela Escola Politécnica (Poli) da USP, mostra que o bagaço de cana-de-açúcar pode ser aproveitado pelas usinas para produzir eletricidade em uma central termelétrica com turbinas a vapor e seu potencial. O estudo do engenheiro eletricista, Fernando dos Santos, a partir do ranking de produção das usinas de médio porte no Estado de São Paulo, leva em consideração uma média anual de 2 milhões de toneladas de cana moídas por usina. “Com 500 mil toneladas de resíduos, cada termelétrica poderia produzir 42 megawatts de eletricidade por hora, durante 4.600 horas por ano. Quanto mais cana é moída, maior é o potencial energético”.

foto bagaco pequena


A pesquisa analisou o potencial da biomassa de cana na geração de energia elétrica, onde é produzida e como pode ser aproveitada. “A biomassa é composta pelo bagaço de cana-de-açúcar, e queimado em caldeiras produtoras de vapor, substituindo combustíveis de fontes não-renováveis, como gás natural e carvão. “O vapor alimenta uma turbina, movimentando hélices que geram energia mecânica”, conta o engenheiro. Na extremidade da turbina há um gerador que converte a energia mecânicia em energia elétrica.”

 
Andréia Moreno, da redação do JornalCana
Fonte: ProCana Brasil